Facebook

Ishikawa: Diagrama de Causa e Efeito

O diagrama de Ishikawa*, também é conhecido por espinha de peixe e tem como objetivo o de encontrar soluções para diversas causas (problemas), dentro da Gestão da Qualidade ou de outras áreas.
 
No artigo desta semana você vai entender tudo sobre este método e no final aprenderá como aplica-lo em sua Gestão da Qualidade de um jeito automático e fácil. Para facilitar mais ainda preparamos um material para você baixar e preencher com as causas dos seus processos.
 

 
O diagrama tem como princípio a abordagem do problema em suas origens, verificando suas causas e efeitos.
 
CONFIRA AS ETAPAS
 
A linha horizontal representa o problema:
 
 
Neste diagrama de causa e efeito os problemas são divididos em seis categorias de causas, essa classificação é bastante conhecida pelos famosos 6 M’s: Método, Material, Mão de Obra, Máquina, Medida e Meio ambiente.
 
 é importante relacionar as melhores práticas e procedimentos para a execução do trabalho. Quando o efeito indesejado é consequência da metodologia de trabalho escolhido é preciso questionar a forma de trabalho.

a causa acontece quando o material não está de acordo com as exigências para a realização do trabalho.

 quando a causa é relacionada diretamente com colaborador, pode ser por um procedimento inadequado, realização do trabalho com pressa, imprudência, falta de qualificação, etc.  

 quando a causa está na máquina usado no processo. Podendo estar ligada a falta de manutenção dos equipamentos ou operação inadequada dos mesmos.

 quando a causa está ligada à calibração, avaliações incorretas, instrumentos para a medição, etc. Problemas podem aparecer quando o efeito causado está relacionado à uma medida tomada anteriormente para modificar processo.
 
 quando a causa está relacionada a questões como o local, calor, poeira, divisão dos espaços, etc.

A partir da compreensão dos 6 M’s é preciso começar a avaliação das causas, para facilitar, se utiliza o desenho de uma espinha de peixe, o problema deve estar escrito na parte central ou na cabeça, e as causas ao longo da espinha, conforme imagem abaixo:
 
 

É preciso estabelecer as causas para cada um desses Ms e perguntar POR QUE, utilizando o método 5 Porquês, que poderá servir de apoio para o apontamento. Repita os “POR QUÊS” em busca da causa raiz do problema, por exemplo:
 
PROBLEMA: Atraso nas entregas
 
  • Por que existe atraso na entrega? Porque o produto está saindo da fábrica com atraso.
  • Por que o produto está saindo com atraso? Porque as ordens de produção atrasam.
  • Por que as ordens de produção atrasam? Porque as horas para a produção são calculadas de forma errada e acabam sendo menos que o necessário.
  • Por que o cálculo das horas é feito errado? Porque o sistema que controla as horas é antigo e não tem atualização para acompanhar o crescimento da produção.
  • Por que é utilizado um sistema antigo que não supre as necessidades? Porque faltou um planejamento para melhorias do processo que impediu a busca de um sistema que atenda às necessidades.
 
Este problema aponta para uma solução = Necessidade de atualização dos processos.
 
Solução detalhada: Com base nisso, como resolver o problema? A resposta é simples:  desenvolver um planejamento eficaz e mantê-lo atualizado a fim de acompanhar os sistemas e processos garantindo que eles atendam às demandas da empresa. A troca do sistema antigo para um que atenda ás necessidades atuais da empresa é parte essencial da solução neste caso.
 
Após a solução do problema é importante reunir a equipe para que cada um tenha conhecimento das ações tomadas para a resolução dos efeitos encontrados.
Aqui você viu um exemplo claro de problemas e causas e também sobre como resolvê-los. Você sabia que o sistema DOO Gestão da Qualidade incorporou o diagrama Ishikawa na parte de análises de causas/efeitos?
 
Leve mais segurança à sua gestão da qualidade por meio desse método. A saúde do seu SGQ depende do quanto você se importa em gerenciar as informações da sua empresa.
 
__________________________________________
*Método criado por Kaoru Ishikawa, um professor da Universidade de Tóquio. Kaoru desenvolveu o Diagrama de Ishikawa, o qual se popularizou a partir de 1943, quando foi criado.
 

10 de Dezembro de 2018

Tags:

diagrama de ishikawa gestão da qualidade 6ms 5pqs