Facebook

Veja o passo a passo para ter uma gestão de mudanças eficaz

Você já deve ter ouvido aquela famosa frase: "Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente. Quem sobrevive é o mais disposto à mudança."

Essa frase pertence ao naturalista, geólogo e biólogo britânico Charles Darwin, conhecido por seus avanços sobre a evolução nas ciências biológicas, e se encaixa perfeitamente ao assunto deste artigo.

Assim como na lei de sobrevivência humana, a mudança também é um quesito indispensável para a sobrevivência organizacional.

Se não possui planejamento e o mindset não estiver voltado para a mudança, a empresa não consegue evoluir, acompanhar o mercado, nem atender os clientes com a mesma qualidade e eficiência que suas concorrentes.

Ou seja, acaba ultrapassada.

Para se manter competitiva e conseguir abraçar as oportunidades, a organização e seus colaboradores precisam estar aptos a realizar modificações. Do contrário é só questão de tempo até perderem espaço e credibilidade no mercado.

Não sabe como se antecipar às mudanças e garantir a sobrevivência do seu negócio? Veja, neste post, o que é gestão de mudanças, por que é importante, e o que diz o Requisito 6.3 da ISO 9001:2015 sobre planejamento de mudanças.

Veja ainda como funciona o passo a passo para se ter um gerenciamento eficaz e como a equipe do DOO pode ajudar a sua empresa nessa gestão.
Boa leitura!   

O que é gestão de mudanças?



A gestão de mudanças serve para direcionar a forma com que os colaboradores são preparados e equipados para adotar mudanças.

Funciona por meio do planejamento e pode ser definida como a aplicação de um processo e conjunto de ferramentas para nortear a equipe durante as alterações.

Esse processo de gestão torna possível quebrar paradigmas internos e proporcionar transformações mais construtivas e positivas dentro da empresa.

Por que a gestão de mudanças é importante?


Se a empresa possui uma gestão de mudanças, a alta direção e os colaboradores conseguem ter um pensamento voltado para a prevenção e assim se antecipar a diferentes situações.

O mindset preventivo torna mais fácil as alterações nos processos, nas funções de trabalho, estruturas organizacionais e no uso de novas tecnologias. Além de permitir que o gestor e as equipes alcancem os resultados mais rápido.

Vantagens de ter uma gestão de mudanças



Mudanças podem ter diversas origens, ser estratégicas ou táticas. Podem vir de normas ou requisitos legais, das reuniões de análise crítica, da gestão de riscos, das não conformidades, das pesquisas de satisfação, enfim.

Indiferente da origem da mudança o que importa é que essa cultura esteja implementada nos gestores e em todos os processos internos.

Quando a empresa possui uma gestão de mudanças eficaz, consegue garantir vantagens como:

  • Diminuição dos riscos através de análises preventivas;
  • Habilidade em lidar com dinamismo;
  • Avaliação mais precisa dos custos;
  • Melhores práticas para processos e fluxos de trabalho.

ISO 9001:2015 Planejamento de mudanças


Segundo o Requisito 6.3 da ISO 9001:2015, quando a empresa identifica que existe necessidade de mudanças no seu sistema de Gestão da Qualidade, essas mudanças devem ser realizadas de maneira planejada e sistemática.

No planejamento da organização, o gestor deve considerar:

a) o propósito das mudanças e suas potenciais consequências;
b) a integridade do sistema de gestão da qualidade;
c) a disponibilidade de recursos;
d) a alocação ou realocação de responsabilidades e autoridades.

Passo a passo para uma gestão de mudanças eficaz


Agora que você já sabe o que é e porque a gestão de mudanças é importante, que tal conferir o passo a passo para ter um gerenciamento eficaz dentro da sua empresa?

Passo 1: Defina claramente a mudança

O primeiro passo para ter uma gestão eficaz está no planejamento. Aqui é necessário definir quais serão as mudanças, os objetivos das modificações e que setores e pessoas estarão envolvidas nesse processo. 

Passo 2: Faça a análise da abrangência


Assim que for definida a mudança, está na hora de analisar quais processos e stakeholders serão impactados com a modificação. Essa etapa é importante para identificar as não conformidades nas operações, nos produtos e setores.

Passo 3: Analise todos os riscos


A análise dos riscos serve para avaliar a probabilidade de ocorrer acidentes dentro da empresa. Ao fazer isso o gestor consegue identificar os potenciais perigos e assim definir um plano de ação para impedi-los.

Passo 4: Defina um plano de ação


Essa fase consiste em criar um plano de ação para impedir os potenciais perigos identificados na análise de riscos.

Ao definir as estratégias o gestor deve levar em consideração a comunicação interna, a necessidade de treinamentos e a infraestrutura da empresa.

Passo 5: Verifique se o plano está surtindo efeito


Após instruir a equipe sobre o plano de ação e a mudança for implementada, o gestor deve fazer uma verificação para certificar se o plano realmente está surtindo efeito.

  • A mudança ajudou a atingir as metas de negócios?
  • O processo de gerenciamento de mudanças foi bem-sucedido?
  • O que poderia ter sido feito de forma diferente?

Essas são algumas das perguntas que precisam ser respondidas pelo gestor. 

Ter uma gestão de mudanças eficaz não é um procedimento complicado, mas pode exigir bastante trabalho e empenho por parte do gestor e seus colaboradores.

Se você ainda está com dúvidas sobre como fazer essa gestão de um jeito mais simples e rápido, clique aqui para acessar nosso formulário de planejamento de mudanças.

Com esse material você será capaz de diminuir os riscos por meio da análise preventiva, lidar com dinamismo com mais facilidade e avaliar com mais precisão os custos.

Não só isso, também vai conseguir melhorar as práticas para processos e fluxos de trabalho com mais agilidade. O que está esperando? Clique agora mesmo e melhore ainda mais a sua Gestão da Qualidade!

18 de Maio de 2020

Tags:

gestão planejamento mudanças sistema para gestão de qualidade gestão de mudanças iso 9001